You are here

Atualidade

Bolsa argentina despenca 10% após derrota de Macri nas primárias

AFP / RONALDO SCHEMIDT Cotações expostas na vitrine de uma casa de câmbio em Buenos Aires, em 12 de agosto de 2019

A Bolsa de Comércio de Buenos Aires caiu mais de 10% no início das operações nesta segunda-feira (12), após a derrota do liberal Mauricio Macri para o kirchnerista Alberto Fernández nas primárias de domingo para a eleição presidencial de outubro.

O índice Merval, que chegou a subir até 8% na sexta-feira (9) em um ambiente de otimismo para Macri, retraiu-se para 39.411 pontos na abertura do pregão.

O peso argentino também reagiu mal, despencando 14% em relação ao dólar na abertura do mercado de câmbio nesta segunda.

Em um dia de nervosismo nos mercados, a moeda foi negociada a 53 pesos na abertura das casas de câmbio, 14% acima do fechamento da sexta-feira, quando foi cotada a 46,55.

A rede mundial da AFP

200 escritórios pelo mundo cobrindo 151 países

Saiba mais
Saiba mais

Contato AFP

Você quer fazer um comentário? Escreva-nos...