You are here

Atualidade

Solskjaer não teme por seu cargo no Manchester United

AFP/Arquivos / Oli SCARFF O técnico do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, durante partida do clube em 1 de dezembro de 2019

O técnico do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, garantiu nesta terça-feira não sentir que seu cargo está ameaçado, apesar da onda de demissões de treinadores na Premier League, na véspera do confronto de sua equipe contra o Tottenham de José Mourinho.

O argentino Mauricio Pochettino, no Tottenham, e os espanhóis Unai Emery (Arsenal) e Quique Sánchez Flores (Watford) deixaram seus clubes nas últimas duas semanas.

Após tropeçar diante do Aston Villa (2-2) no domingo, quando desperdiçou a chance de assumir o quinto lugar, o United aparece na 9ª colocação da Premier League com 18 pontos, a oito pontos do quarto lugar, que vale a última vaga na próxima Liga dos Campeões.

"Não, não estou preocupado", garantiu Solskjaer em coletiva de imprensa na véspera do confronto contra o Tottenham.

"Eu simplesmente estou concentrado em meu trabalho para fazer o melhor que posso. Estou focado no próximo jogo e no longo prazo para planejar o futuro com o conselho de administração" do United, continuou.

"Nunca é agradável ver os companheiros perderem seus cargos", lamentou o norueguês sobre a onda de demissões na Inglaterra.

O United não vence há três jogos e terá um calendário complicado nos próximos dias, com duelos contra o Tottenham e o arquirrival Manchester City.

"Estes dois jogos são uma boa oportunidade para mostrar que podemos manter nosso impulso contra as equipes que são superiores a nós", concluiu Solskjaer.

O United segue sendo a única equipe que não perdeu para o Liverpool na Premier League nesta temporada, tendo empatado em 1 a 1 com o líder isolado e invicto da competição em 20 de outubro.

A rede mundial da AFP

200 escritórios pelo mundo cobrindo 151 países

Saiba mais
Saiba mais

Contato AFP

Você quer fazer um comentário? Escreva-nos...