You are here

Business Wire

Nova pesquisa revela preferências atualizadas de pacientes sobre a tecnologia digital de saúde

SAN DIEGO

A ResMed (NYSE: RMD, ASX: RMD) anunciou hoje os resultados de uma pesquisa conduzida pela empresa, revelando novas preferências dos pacientes em relação à tecnologia digital de saúde. A pesquisa destaca um motivo de otimismo pois prevê que os mercados de tecnologia digital de saúde continuarão crescendo.

A pesquisa, feita com uma amostra nacionalmente representativa de 3.000 norte-americanos e realizada em parceria com a Edelman Intelligence, revelou que o uso e a confiança em tecnologia digital de saúde remota são abrangentes: Atualmente, 56% dos pesquisados monitoram sua saúde com pelo menos uma ferramenta digital de coleta de dados.

Além disso, 60% das pessoas tenta se diagnosticar após procurar informações sobre sintomas na internet, incluindo 76% dos millennials.

Surpreendentemente, a tecnologia digital de saúde remota parece ter aprofundado a conexão entre pacientes e médicos, em vez de distanciá-los. Mais da metade dos pesquisados concorda que a tecnologia melhorou seu relacionamento com seu profissional de saúde e muitos gostariam de poder se comunicar com seu médico com mais frequência. Eles também veem uma maior oportunidade para isso, e 68% deseja que a tecnologia desempenhe um papel maior no compartilhamento de informações médicas em tempo real com seu médico.

“Aplicativos e outras ferramentas digitais agora fornecem acesso fácil e seguro aos nossos próprios dados de saúde e aos nossos médicos o tempo todo”, explica Dr. Carlos M. Nunez, diretor médico da ResMed. “Esses dados do mundo real podem revelar informações que ajudarão a melhorar o uso de terapias em casa ou podem desencadear uma conversa com o médico e ajudar os pacientes a tirar o máximo proveito de sua terapia para obter melhores resultados. Enquanto isso, os médicos com acesso remoto aos dados dos pacientes podem monitorá-los mais facilmente, alcançando rapidamente aqueles que precisam de assistência. Os pesquisadores médicos podem analisar grandes conjuntos de dados a fim de revelar descobertas que podem levar a novas práticas recomendadas aplicáveis a populações de pacientes. Todos esses benefícios estão mudando a maneira como todos recebemos atendimento hoje, melhorando a qualidade do atendimento a milhões e aumentando a eficiência dos profissionais de saúde.”

Com mais de 10 milhões de dispositivos de assistência respiratória e apneia do sono conectáveis à nuvem nas casas dos pacientes, a ResMed sabe a importância de ajudar as pessoas a entender como a tecnologia digital de saúde pode afetar positivamente sua saúde:

  • 87% dos usuários de dispositivos de apneia do sono aderem a terapias quando monitorados remotamente e automonitorados, em comparação com aproximadamente 50% dos usuários de dispositivos não conectados à nuvem.1
  • Um sensor digital que rastreia o uso do inalador de um paciente por asma ou doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) pode melhorar a aderência em até 58%, aumentar em 48% os dias sem sintomas e reduzir em 53% as visitas ao pronto-socorro.2-3

“Os resultados dessa pesquisa destacam a necessidade de continuar educando o público sobre os benefícios do monitoramento remoto e de outras ferramentas digitais, bem como a viabilidade do atendimento ambulatorial, pois a tecnologia permite que pacientes e médicos colaborem de maneira mais eficiente na melhoria dos resultados médicos como equipe”, explica Nunez. “Os dispositivos de saúde conectados da ResMed e as plataformas de software que permitem assistência ambulatorial são partes integrantes dessa mudança dinâmica e acredito que são cruciais para ajudar a melhorar a vida de centenas de milhões de pessoas em todo o mundo.”

Sobre a ResMed

Na ResMed (NYSE: RMD, ASX: RMD), somos pioneiros em soluções inovadoras que tratam e mantêm as pessoas fora do hospital, possibilitando que elas tenham uma vida mais saudável e com mais qualidade. Nossos dispositivos médicos conectados em nuvem transformam o tratamento de pessoas com apneia do sono, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e outras enfermidades crônicas. Nossas plataformas abrangentes de software ambulatorial prestam apoio aos profissionais e cuidadores que ajudam as pessoas a se manterem saudáveis em casa ou no ambiente de tratamento de sua preferência. Ao possibilitarmos melhores tratamentos, melhoramos a qualidade de vida, reduzimos os impactos de doenças crônicas e também os gastos de consumidores e sistemas de saúde em mais de 120 países. Para saber mais, visite ResMed.com e siga @ResMed.

1 Malhotra A et al. Chest 2018
2 Van Sickle D et al. Eur Resp J 2016
3 Barrett M et al. Health Affairs 2018

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Para a imprensa
Aaron Murphy
+1 415.229.3331
aaron.murphy@edelman.com

Para investidores
Amy Wakeham
+1 858.836.5000
investorrelations@resmed.com

 

© Business Wire, Inc.

Aviso:
Este documento não é de autoria da AFP e a AFP não pode se responsabilizar por seu conteúdo. Para esclarecer qualquer dúvida sobre o conteúdo, por favor, contate as pessoas/empresas indicadas neste comunicado de imprensa.

A rede mundial da AFP

200 escritórios pelo mundo cobrindo 151 países

Saiba mais
Saiba mais

Contato AFP

Você quer fazer um comentário? Escreva-nos...