You are here

Business Wire

GSMA: operadoras de telefonia móvel russas liderarão a Comunidade dos Estados Independentes em implementações 5G

MOSCOU

A Rússia liderará a Comunidade dos Estados Independentes (CEI)1 na comercialização de serviços 5G, com os outros mercados da região lançando redes 5G até 2025, de acordo com o relatório Mobile Economy: Russia & CIS 2019 da GSMA, que foi publicado hoje no evento Mobile 360 Series – Eurásia em Moscou. A região da CEI terá cerca de 54 milhões de conexões 5G até 2025 – uma taxa de adoção de 13%. Prevê-se que as operadoras invistam US$ 39 bilhões em infraestrutura móvel entre 2019 e 2025, dos quais mais de 70% serão específicos para 5G.

“As redes 5G têm o potencial de transformar a economia digital para empresas e cidadãos, e nosso último relatório destaca como a Rússia e a região da CEI estão se preparando para entrar nessa nova era emocionante”, disse Mats Granryd, diretor geral da GSMA. “No entanto, para capitalizar o tremendo potencial do 5G em impulsionar o crescimento socioeconômico, os governos e reguladores regionais devem adotar políticas, como o acesso ao espectro, que incentivem o investimento interno e o desenvolvimento da indústria móvel.”

Redes 4G em crescimento, aumento de assinantes em desaceleração

A região da CEI tinha 235 milhões de assinantes móveis exclusivos no final de 2018, com Rússia, Ucrânia e Uzbequistão juntos representando 80%. A região tem uma alta taxa de penetração exclusiva de assinantes (81%), principalmente na Rússia, que está chegando ao ponto de saturação. O crescimento futuro será limitado a menos de 9 milhões de novos assinantes exclusivos na CEI até 2025. No entanto, a região também está experimentando uma mudança acelerada para a banda larga móvel, impulsionada por uma maior demanda por serviços com uso intensivo de dados e velocidades mais altas. O 4G deverá se tornar a principal tecnologia móvel da região em 2021 e representará mais de dois terços do total de conexões em 2025.

Políticas de apoio à economia digital

O relatório destaca como o fornecimento de conectividade 5G aumentará a intensidade de capital para as operadoras, enquanto a incerteza atual em torno do acesso ao espectro poderia ser uma barreira potencial para a liberação de valor na economia digital. As redes 5G têm o potencial de apoiar uma série de soluções inovadoras para empresas e consumidores. No entanto, os formuladores de políticas também devem aproveitar o poder do 5G para impulsionar o crescimento e a transformação das indústrias tradicionais. A estrutura regulatória deve promover o desenvolvimento da indústria móvel em um ambiente propício ao investimento. Isso deveria ser sustentado por um plano nacional integral de desenvolvimento do 5G.

Contribuição móvel para a economia e o emprego

A indústria móvel contribuiu com US$ 101 bilhões (4,7% do PIB) para a economia regional da CEI em 2018, que deve aumentar para US$ 122 bilhões (5,1% do PIB) até 2023. Em 2018, a indústria contribuiu com 620 mil empregos, seja por meio de emprego direto ou indiretamente através de atividades na economia em geral. Outros US$ 12 bilhões foram arrecadados em 2018 via tributação geral. As tecnologias relacionadas com o 5G devem contribuir com US$ 34 bilhões para a economia regional nos próximos 15 anos.

Inovação regional impulsionada pela conectividade móvel

O relatório também destaca o potencial das operadoras de expandir seus negócios além das comunicações tradicionais em áreas como a Internet das Coisas (IoT), onde as casas inteligentes e os edifícios inteligentes serão duas principais verticais de crescimento até 2025. A indústria móvel também está explorando e implementando aplicativos de inteligência artificial (IA) e tecnologias de blockchain, além de injetar mais fundos no ecossistema de startups para se proteger das disrupções e diversificar o mix de receitas.

O novo relatório The Mobile Economy Russia & CIS 2019 é de autoria da GSMA Intelligence. Para acessar o relatório completo e infográficos relacionados, acesse: https://www.gsma.com/r/mobileeconomy/russia-cis/

-FIM-

Nota aos editores

  1. A Comunidade dos Estados Independentes (CEI) é formada por Armênia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, Moldávia, Cazaquistão, Quirguistão, Rússia, Tajiquistão, Turquemenistão, Ucrânia e Uzbequistão.

Sobre a GSMA

A GSMA representa os interesses das operadoras de telefonia móvel no mundo todo, reunindo mais de 750 operadoras e cerca de 400 empresas do amplo ecossistema da tecnologia móvel, incluindo fabricantes de aparelhos e dispositivos, empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de internet, assim como organizações em setores industriais adjacentes. A GSMA também produz os eventos MWC líderes do setor, realizados anualmente em Barcelona, Los Angeles e Xangai, além do Mobile 360 Series com conferências regionais.

Para mais informações, acesse o site corporativo da GSMA em www.gsma.com. Siga a GSMA no Twitter: @GSMA.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Para a GSMA
Tatyana Korolyova
+7 925 729 03 40
TKoroleva@prp.ru
Assessoria de Imprensa da GSMA
pressoffice@gsma.com

A rede mundial da AFP

200 escritórios pelo mundo cobrindo 151 países

Saiba mais
Saiba mais

Contato AFP

Você quer fazer um comentário? Escreva-nos...