You are here

Comunicados de imprensa e boletim

Yasuyoshi chiba, fotógrafo da AFP, é o vencedor do World Press Photo 2020

O fotógrafo da AFP Yasuyoshi Chiba conquistou o prestigiado prêmio World Press Photo 2020, uma edição que destacou outros quatro fotojornalistas da agência.

A foto de Yasuyoshi Chiba “Straight Voice”, eleita a melhor fotografia do ano pelo júri do World Press Photo, mostra um jovem iluminado por celulares recitando um poema entre manifestantes exigindo um governo civil em Cartum, no Sudão.

A foto também ganhou o primeiro lugar na categoria “General News – Singles”.

 

“Este é o prémio de maior prestígio no mundo do fotojornalismo profissional. Estou encantado por estar entre os fotógrafos premiados. Estou também muito satisfeito por apoiar o povo sudanês na sua luta pela verdadeira democracia. A imagem expressa a paixão e entusiasmo dos manifestantes. Senti-me como se eu fosse um deles. Testemunhei a vontade inabalável do povo, que não podia ser extinguida pela violência. Fico feliz por ter estado ali nesse dia, porque foi um golpe de sorte. Esta fotografia é o resultado do trabalho de toda a nossa equipe. O Sudão é um lugar difícil de cobrir e, sem a ajuda do escritório local da AFP, eu não poderia ter feito este trabalho”, declarou Yasuyoshi Chiba.

 

Fotógrafo japonês baseado em Nairóbi desde 2016, Yasuyoshi Chiba estudou fotografia e holografia em Tóquio. Começou a sua carreira no diário Asahi Shibum e tornou-se fotógrafo freelance quando se mudou para o Quênia, em 2007, onde cobriu a onda de violência após as eleições presidenciais no país. Em 2011, foi contratado pela Agência e integrou a equipe em São Paulo, se mudando para o Rio em 2013.

© SHIGGY YOSHIDA

 

“Ficamos orgulhosos por termos ganho mais uma vez este prestigioso prêmio. O excelente trabalho de Chiba reflete o seu talento, coragem, trabalho árduo e profissionalismo. Este prêmio é uma prova do compromisso permanente da AFP em cobrir histórias de locais difíceis como o Sudão e homenageia nossa inigualável rede de fotógrafos na África. Estamos também muito felizes pelo fato de o júri ter reconhecido a importância da nossa reportagem sobre as manifestações em Hong Kong, bem como a nossa cobertura esportiva e do meio ambiente”, disse Phil Chetwynd, diretor de notícias da AFP.

 

“Estamos muito contentes com este prêmio para o Chiba. Para nós tem um significado ainda mais especial por ter sido a segunda vez que a AFP ganha o World Press Photo em três anos. Em 2018 o fotógrafo Ronaldo Schemidt ganhou o WPP com sua foto de um manifestante em chamas durante os confrontos com a polícia de choque na Venezuela”, disse Marielle Eudes, diretora de fotografia da AFP. “Felicito Chiba, que traz sempre uma abordagem muito humana ao seu trabalho, bem como os nossos três outros fotógrafos premiados este ano. São distinções fantásticas que recompensam uma abordagem ancorada no terreno ao longo dos anos, e destacam a qualidade do trabalho realizado por todos os nossos fotógrafos em todo o mundo”, concluiu.

Esta edição também premiou outros três fotógrafos da AFP.

 

Nicolas Asfouri, baseado em Pequim, recebeu o primeiro prêmio na categoria “General News – Stories” por sua série de imagens intituladas “Hong Kong Unrest”, captadas durante as manifestações pró-democracia em Hong Kong. As suas fotografias foram também nomeadas numa nova categoria introduzida este ano: “World Press Photo Story of the Year”. O seu trabalho em Hong Kong já havia sido reconhecido este ano com o prêmio de excelência na categoria “General News” do Pictures of the Year 2020.

 

A fotografia de Sean Davey "Bushfire Evacuation Center" imortalizando uma menina que usava uma máscara e brincava com os amigos num abrigo na Austrália, então assolado por violentos incêndios florestais, foi premiada com o segundo lugar na categoria “Contemporary Issues – Singles”. Baseado na Austrália, onde o seu trabalho é publicado regularmente, Sean Davey tem mais de 20 anos de experiência na cobertura das notícias do país. 

 

Finalmente, Oli Scarff obteve o terceiro lugar na categoria “Sports – Singles”. Sua foto “Liverpool Champions League Victory Parade” mostra torcedores do Liverpool comemorando pelas ruas da cidade após a vitória sobre o Tottenham Hotspur na final da Champions League. Morando próximo a Manchester, Oli Scarff recebeu o mesmo prêmio na mesma categoria em 2018.

 

Sobre a AFP

A líder AFP é uma agência de notícias global que fornece cobertura rápida, completa e confiável dos eventos que influenciam diretamente o planeta e nossas vidas. Com sua incomparável rede de produção de notícias, estendida sobre 151 países, a AFP também ocupa a liderança mundial em verificação digital. Nossos 2.400 colaboradores de 100 nacionalidades cobrem o noticiário internacional em seis idiomas, produzindo conteúdos multimídia de qualidade narrativa singular em vídeo, texto, fotos e gráficos.

Baixar versão PDF

Contato AFP

Você quer fazer um comentário? Escreva-nos...