You are here

Comunicados de imprensa e boletim

Fotógrafo da AFP Luis Robayo ganha Prêmio Simón Bolívar

Pelo segundo ano consecutivo, o Prêmio Simón Bolívar, a mais importante distinção ao Jornalismo na Colômbia, foi atribuído na categoria Fotografia a um jornalista da AFP (Agence France-Presse), Luis Robayo
 

Luis Robayo ganhou o prêmio por uma reportagem sobre a revolta em uma comunidade indígena na localidade de Toribio, na província de Cauca. A comunidade havia ocupado uma base do Exército, em protesto contra a presença em seu território das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em julho de 2012.

Desde outubro de 2008, Robayo, de 31 anos, é correspondente da AFP em Cali, capital da província do Cauca. Essa é uma das regiões mais afetadas pelo conflito armado na Colômbia. Originário de Cucuta, o fotógrafo trabalhou por três anos nessa região fronteiriça com a Venezuela para “El Tiempo”, principal jornal colombiano. Robayo também colaborou com diversas agências de notícias internacionais, além da AFP.

Patrocinado pela empresa Seguros Bolívar, este é o mais importante prêmio concedido ao Jornalismo na Colômbia. Distribuído em 11 categorias, ele é concedido todos os anos.

A AFP conquistou o Prêmio pelo segundo ano consecutivo. Em 2012, o diretor de Fotografia da AFP em Bogotá, Luis Acosta, foi vencedor na mesma categoria por uma série de fotos retratando o drama das colombianas vítimas de ataques com ácido.

 

 

Sobre a AFP:
A AFP é uma agência internacional de notícias que oferece informação rápida, confiável, imparcial e completa dos acontecimentos ao redor do mundo através de artigos, fotos, vídeos, e gráficos animados/estáticos. A cobertura da AFP não tem limites, incluindo conflitos, política, economia, meio ambiente, saúde, esportes e tecnologia. Seus 2.260 colaboradores, de 80 nacionalidades diferentes, localizados em 150 países, relatam o cotidiano internacional em 6 idiomas, 24 horas por dia durante os 365 dias do ano.


 

 

Baixar versão PDF