You are here

Comunicados de imprensa e boletim

COVID-19: a AFP lança operações contra a desinformaçaõ.

Desde o início da pandemia da COVID-19, a AFP tem estado na linha da frente na cobertura desta crise sem precedentes e no combate à onda de desinformação que se propaga quase tão rapidamente quata o vírus.

Líderes mundiais em verificação digital, fortalecemos nossas operações para prestar assistência ao público na promoção da alfabetização midiática, ao mesmo tempo que coordenamos esforços com outras grandes organizações mundiais.

Acabamos de lançar uma parceria especial com o Facebook na França. Trata-se de uma campanha educativa sobre a desinformação durante a pandemia da COVID-19. Com a ampliação do nosso serviço de checagem de fatos em vídeo, buscaremos explicar melhor como ocorre a desinformação, como ela se espalha e como desmistificamos boatos e rumores que viralizaram na internet. Os vídeos serão compartilhados na nossa página em francês no Facebook, assim como no nosso site AFP Fact Check.

"É um prazer para a AFP estabelecer uma parceria com o Facebook nesta importante iniciativa de alfabetização midiática para enfrentar esta perigosa onda de desinformação sobre a COVID-19", afirmou Phil Chetwynd, diretor internacional de informação da AFP. "É essencial continuarmos a ajudar o público a identificar fontes de informação confiáveis neste momento tão crucial", ressalta.

A AFP já é a maior parceira global de checagem de notícias do Facebook no programa "Verificação de Fatos de Terceiros", que combate a desinformação no Facebook e no Instagram.Uma prova da necessidade do público por fontes de informação confiável em tempos de Covid foi aumento em 900% no tráfego no nosso blog AFP Fact Check. O site apresenta nossos artigos verificados sobreo coronavírus e é onde compartilhamos a experiência das nossas equipes de checagem digital. Já foram mais de 800 verificações realizadas desde o início da pandemia.

A AFP foi a primeira agência de notícias a inaugurar um blog inteiramente dedicado à verificação de fatos, em 2017. Desde então o combate à desinformação passou a ser prioridade editorial da AFP, que implantou gradualmente uma rede de mais de 80 jornalistas especializados, única no mundo. Os checadores contam com o apoio dos 1.700 jornalistas da AFP, localizados em mais de 151 países. As checagens são publicadas em 12 idiomas (francês, inglês, espanhol, português, catalão, árabe, indonésio, tailandês, malaio, polonês, tcheco e eslovaco).

A AFP também apoia uma série de projetos de colaboração internacional:

  • Trusted News Initiative, um sistema de alerta partilhado com os principais veículos de comunicação e plataformas internacionais como o Facebook, Google e Twitter para identificar e impedir a propagação de desinformações sobre o coronavírus;
     
  • CoronavirusFacts Alliance, criada pela International Fact-Checking Network (IFCN). A AFP é signatária do seu "código de princípios". A iniciativa criou uma base de dados com contribuições de mais de 100 organizações independentes de verificação de fatos em todo o mundo;
     
  • A AFP também faz parte da rede CrossCheck na França e na Austrália/Nova Zelândia, bem como do Comprova no Brasil e da LatamChequea na América Latina;
     
  • Na Europa, a agência também colabora com a Full Fact e Maldita.es que lutam contra a desinformação nos países com mais casos de coronavírus (Itália, Espanha, Alemanha, França e Reino Unido).

 

Sobre a AFP
A líder AFP é uma agência de notícias global que fornece cobertura rápida, completa e confiável dos eventos que influenciam diretamente o planeta e nossas vidas.Com sua incomparável rede de produção de notícias, estendida sobre 151 países, a AFP também ocupa a liderança mundial em verificação digital.Nossos2.400 colaboradores de 100 nacionalidades cobrem o noticiário internacional em seis idiomas, produzindo conteúdos multimídia de qualidade narrativa singular em vídeo, texto, fotos e gráficos.

Baixar versão PDF

Contato AFP

Você quer fazer um comentário? Escreva-nos...